Redação

Na tarde deste sábado (4/12), na Brigada Militar de São Lourenço do Sul.
A jovem Samantha Wetzel Cardoso, 13 anos, doou a mecha do seu cabelo para a Campanha Cabelos de Aço da Brigada Militar, e vai ajudar pessoas em tratamento de câncer. 
Doações podem ser feitas em qualquer unidade da Brigada Militar de todo estado.
Comunicação Social do 30° BPM - São Lourenço do Sul

Depois de garantir a continuidade das obras no lote 7, em São Lourenço do Sul,o DNIT acaba de lançar licitação para o Lote 5 da BR-116, que está localizado entre Cristal e Camaquã.

Iniciada a duplicação da BR-116 há quase 10 anos, a obra possui 62,2% já concluída para o trânsito de veículos. Em relação ao andamento das obras, o Lote 5 é justamente o que está mais atrasado, com apenas 43,5% da ações concluídas. Por conta  disso o DNIT abrirá licitação para conclusão da mesma.  
Dona do sucesso "Coração", a Rota Luminosa é considerada uma das melhores bandas do sul do país.

No dia 19 de dezembro, São Lourenço do Sul receberá o Bom Velhinho. O Natal Cultural 2021, promovido através da Coordenadoria de Cultura, ocorrerá na Praça Central Dedê Serpa à partir das 19 horas. A atração principal do evento, além do Papai Noel, é claro, será a banda lourenciana Rota Luminosa.
A Rota Luminosa iniciou suas atividades no ano de 1997, e já possui nove CDs gravados. A Banda possui também um DVD gravado ao vivo na cidade de Sapiranga (RS), pela Gravadora USA Discos. Em seus quase 20 anos de estrada, a Banda já subiu aos palcos mais de 3.000 mil vezes, se apresentando para os três cantos da Região Sul do País, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e também no Paraná, tendo também, algumas apresentações em programas de TV.
Ao longo da carreira, várias canções se destacaram, entre elas “Pra Ser Feliz”, “O Que Você Quer”, “Moço”, “Escuta-me”, entre outras. Mas o destaque vai para a canção, “Coração”, gravada no ano de 2002, fazendo parte então, do terceiro CD da Banda. A música abriu novos horizontes para a banda, colocando-a entre as melhores bandas do sul do país.

 

A Prefeitura Municipal postou em sua rede social nesta sexta-feira (3) que já possui o campista número 001 desta temporada. O Camping Municipal abre apenas na segunda quinzena deste mês, mas o primeiro campista já está na fila. 

Para mais informações clique no link abaixo:

https://www.saolourencodosul.rs.gov.br/portal/noticias/0/9/783/Camping-Municipal?fbclid=IwAR2KKxRGei5aPUbTkNfdDxGZeryosTjqV8Y-9pN2vTFON9qBXKbol42Nq1w

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) confirmou, na tarde desta sexta-feira (3/12), a primeira pessoa com a variante ômicron do coronavírus no Rio Grande do Sul. É o caso de uma mulher residente em Santa Cruz do Sul, que voltou de viagem da África do Sul na última semana. O Cevs recebeu a amostra da paciente no início da tarde de quinta-feira (2/12) e realizou o sequenciamento genômico completo do vírus em tempo recorde, aproximadamente 24 horas, para acelerar ações de vigilância e adoção de medidas sanitárias necessárias.

A mulher está em isolamento domiciliar e acompanhada pela vigilância em saúde do município. Ela foi vacinada com duas doses de vacina contra a Covid-19, e chegou a ter febre. Os contactantes também serão testados para a doença.

De acordo com o especialista em saúde do Cevs Richard Steiner Salvato, o sequenciamento genético completo é o teste capaz de determinar com precisão a linhagem do vírus. “É uma técnica laboriosa que, em geral, demanda de dias a semanas para obtenção do resultado. No entanto, trabalhamos sem parar desde que chegou a amostra, inclusive durante a noite, e utilizamos um método de sequenciamento mais rápido para conseguir definir se é uma ômicron no menor tempo possível. Além disso, neste momento temos todos os reagentes necessários para a realização do exame completo, o que nem sempre temos disponível”, afirma. Os reagentes necessários para o sequenciamento genético completo do vírus são de difícil aquisição e têm um lento processo de compra.

Diante da confirmação da nova variante no Estado, a secretária da Saúde, Arita Bergmann, reforçou a necessidade de as pessoas investirem, cada vez mais, nos cuidados básicos, especialmente o uso de máscara e o distanciamento adequado. Além disso, devem procurar as unidades de saúde caso ainda não tenham se vacinado ou falte alguma dose. Nesta sexta (3/12), 842 mil pessoas estavam com a segunda dose em atraso, e 721 mil com a dose de reforço atrasada. "Com essa nova variante em circulação, é ainda mais necessário que a proteção seja efetiva, especialmente com uma alta cobertura vacinal", alertou a secretária Arita.

Desde segunda-feira (29/11), o Cevs intensificou a vigilância genômica do coronavírus, em função da nova variante ômicron e a necessidade de identificá-la assim que o vírus modificado entrasse no território gaúcho. Todas as amostras analisadas nos laboratórios do Cevs que resultarem positivas e que tenham carga viral suficiente passam por um teste de RT-PCR específico para a identificação de possíveis casos da variante. Se o teste indicar a presença de uma mutação existente na ômicron e não na delta ou na gamma (variantes em circulação no Rio Grande do Sul atualmente), essa amostra passa por um sequenciamento genético completo para a confirmação. O sequenciamento completo poderá ser realizado no Cevs ou na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

A vigilância genômica do coronavírus é um trabalho de rotina do Cevs durante a pandemia, mas é intensificada durante os períodos em que surgem novas variantes de preocupação no mundo. VOC, variants of concern na sigla em inglês, são variantes que apresentam mutações genéticas capazes de trazer alguma mudança no comportamento do vírus.

Salvato explica que a ômicron apresenta um grande número de mutações na proteína spike do vírus, que é a parte responsável por se ligar à célula humana, e também é a região em que parte das vacinas agem. As mutações na proteína spike fazem, principalmente, com que o vírus se torne mais transmissível, e essa é das prováveis características da ômicron. Conforme o Ministério da Saúde, cinco casos da ômicron já haviam sido confirmados no Brasil até a quinta-feira (2/12).

Texto: Marília Bissigo/Ascom SES
Edição: Marcelo Flach/Secom

A Escola atenderá até 240 crianças dos bairros Camponesa, Fiorame, Nova Esperança, Arthur Kraft e Santa Terezinha.

Nesta sexta-feira (3) o prefeito Rudinei Härter e o vice Cléo Uarthe, acompanhados pelo secretário especial de Gabinete Cristian Iepsen, estiveram visitando a construção da Escola de Educação Infantil Pró-Infância Camponesa. A estrutura está pronta para ser finalizada com ligação de elétrica hidráulica e passava por vistoria de Engenharia no momento da visita.

A Escola atenderá crianças dos bairros Camponesa, Fiorame, Nova Esperança, Arthur Kraft e Santa Terezinha. A estrutura de mil metros quadrados terá capacidade para atender 240 crianças em turno parcial ou 120 em turno integral com salas de pré-escola, bloco administrativo, setor de serviços, setor multiuso com laboratório de informática e sala de leitura, pátio coberto e refeitório, anfiteatro e praça de recreação.

Na última quinta-feira (02), foi entregue o primeiro kit para coleta de material de animais asselvajados (Javalis) em São Lourenço do Sul. O primeiro AMP (Agente de Manejo Populacional) habilitado no município cumpriu todos os requisitos exigidos.

Para mais informações, CLIQUE AQUI

 

 

Por seus relevantes serviços prestados à coletividade da cidade de São Lourenço do Sul, a Câmara dos Vereadores da Cidade oficializou a concessão do o título de Cidadão Sul-Lourenciano ao Comissário de Polícia Marcelo Rosa.

O Projeto de Lei, concedendo o título, foi proposto pelos vereadores Abel Bueno (MDB) e Renan Hartwing (Progressista) e foi aprovado na manhã desta segunda-feira (22). O Comisssário Marcelo Rosa ficou muito agradecido pela homenagem da Câmara dos Vereadores, principalmente por torna-lo cidadão da cidade a qual dedica seu trabalho e pelo reconhecimento ao trabalho de toda Polícia Civil em São Lourenço do Sul. Foto ugeirmsindicato

Na última quinta-feira (2) as escolas estaduais de São Lourenço do Sul, a exemplo de todo Estado, elegeram seus novos diretores. Votaram os professores, alunos, pais de alunos e funcionários:
Escola Padre José Herbst
DIRETOR: Auri Müller; VICES: Patrícia Beil e Sônia Lindemann.
Escola Cruzeiro do Sul
Diretor: Ivan Miritz; Vices: Edna Bosenbecker,  Glauber Pich e Magda Dietrich.
Escola Rodolfo Bersch
DIRETOR: Márcia Hax; VICES: Aluísio Osterberg, Rosangêla Doring Specht, Valéria Schaun Mayer.
Escola Vicente Di Tolla
diretora - Roberta Soares; VICES: Luciane Krolow, Fernanda Pires e Adriane Cony.
I. E. E. Dr. Walter Thofehrn
DIRETOR: Ramsés Augusto Brum; VICES: Jeane Bergmann Elias, João Emílio Borck, Luís Carlos B. Islabão.
OBSERVAÇÃO: poderá ocorrer uma nova eleição pois não houve quórum.
Escola Técnica Santa Isabel
DIRETORA: Maria Virgilia Ortiz Lopes. viceS: Maristela Dutra e Simone de Souza Mendes.

observação: poderá ocorrer uma nova eleição pois não houve quórum.

Escola Monsenhor Gautsch
Nesta escola não houve chapa inscrita para a eleição, foi realizada por Web Conferência a consulta às servidoras efetivas e com formação a nível de graduação na área da Educação. Foi designada para a função na próxima gestão Jurema Moraes.
Sexta, 03 Dezembro 2021 08:59

3 de dezembro: Dia do Policial Civil


HOJE, dia 3 DE DEZEMBRO, comemora-se o Dia do Policial Civil. O LOURENCIANO presta sua homenagem de reconhecimento à esta importante classe responsável pela segurança pública no Rio Grande do Sul. No próximo dia 17 inicia a Operação Verão em nossas praias, possivelmente com o mesmo número de policiais que vieram para nossa cidade na temporada passada, num total de seis.

Página 1 de 1327

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade